terça-feira, 14 de julho de 2015

MERCADO DE VEÍCULOS


Juro alto e restrição ao crédito para carros novos fazem modelos usados sumirem
Com o aumento na demanda por usados e a desaceleração na venda de novos, 
consumidores têm dificuldades de compra.


                        Na comparação entre maio de 2014 e maio deste ano, as vendas de veículos novos caíram 7,2%, segundo a Associação Nacional das Fabricantes de Automóveis (Anfavea). Em parte, a queda na procura pelo zero quilômetro aconteceu pela alta dos juros e pela restrição ao crédito, que atravancou os financiamento.

                            Em contrapartida, houve alta de 14,5% na comercialização dos usados, de acordo com a Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto).
  
                             A venda de veículos usados cresce 41% no primeiro semestre, em meio a crise no setor. Na comparação com junho do ano passado, quando as vendas foram prejudicadas pela copa do mundo,  o crescimento foi de 18,02%.

                          A  FENAUTO, divulgou nesta segunda feira, dia 13 de julho que, “ em  meio a um cenário de queda nos emplacamentos de veículos novos, as vendas dos seminovos cresceram 41/% em relação ao mesmo período do ano de 2014”.



Postar um comentário

Recado