terça-feira, 15 de março de 2016

MÁQUINAS QUE IMPRIMEM OBJETOS PODEM VIRAR UM BOM NEGÓCIO


Novidades do mercado de impressoras 3D

 
Foto de divulgação

Um mercado promissor é o das impressoras 3D. São máquinas que imprimem uma variedade incrível de objetos que podem ser usados no dia a dia e virar um bom negócio. São capas para celulares, suportes para câmeras, maquetes ou próteses. E, também, produtos personalizados, como bonecos de personagens do cinema ou de desenhos animados.

A impressão 3D é uma tecnologia que barateou muito nos últimos anos. Na década de 90, só se encontrava impressora 3D no exterior e chegava a custar um milhão de dólares, o equivalente hoje a cerca de quatro milhões de reais. Agora, os equipamentos podem sair por até mil dólares, quatro mil reais, bem ao alcance do pequeno empresário.

Gustavo Issao Takara investiu R$ 20 mil em quatro máquinas. Foi atraído pelo preço, mas também pelo desafio. Queria abrir um negócio na área de tecnologia e trabalhar com algo interessante. Com um pouco de estudo, é possível também entrar nesse mercado. Saber inglês é bem importante, porque muitos tutoriais não estão em português.

 
Foto de divulgação

O mais difícil é fazer o projeto que dá forma aos produtos. Mas muitos sites já oferecem esses desenhos de graça. No caso do Gustavo Issao, ele mesmo cria os projetos. Os principais clientes dele são produtores de peças em alumínio, como luminárias e artigos de decoração.

Mas, o mercado impressoras 3D, também, atende as áreas de engenharia, arquitetura, desenvolvimento de produto e hobbies em geral. Já o empresário Igor Jocionis e o sócio Eduardo Sanchez resolveram entrar nesse mercado como fornecedores.

Fonte: PEGN

Postar um comentário

Recado