quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Girafa entra na lista de espécies ameaçadas

 
Caça, diminuição de território e a agitação civil estão entre os fatores que podem levar girafa à extinção Goran Tomasevic/Reuters


A população mundial de girafas sofreu redução de 40% nos últimos 30 anos, passando de 155 mil em 1985 para pouco mais de 97 mil em 2015...
A enorme queda no número de girafas foi impulsionada por perda de habitat e caça ilegal, e a espécie foi classificada como “vulnerável” na Lista Vermelha da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, na sigla em inglês).

O estado de conservação das girafas era, até agora, considerado de "menor preocupação" pela IUCN. Com a atualização da Lista Vermelha, divulgada nesta quinta-feira na 13ª Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB COP13) em Cancún, no México, a espécie passou a receber especial atenção.

As girafas entraram para a lista de vulneráveis porque em três gerações a população diminuiu mais de 30%. A caça ilegal, a diminuição dos territórios dos seus habitats naturais, a expansão da agricultura e da mineração, o aumento do conflito entre humanos e animais selvagens e a agitação civil estão empurrando os mamíferos de longos pescoços para a extinção. 


Fonte: Band News



Postar um comentário

Recado