sábado, 7 de janeiro de 2017

Liquidação: Eletrodomésticos com até 80% de desconto


Lojas: Para queimar o estoque, comerciantes investem em promoções para atrair clientes Foto: Reginaldo Ipê
O comércio de Salvador adotou a postura do setor a nível nacional e também embarcou, desde o último dia 02, na onda da queima de estoque. Depois da liquidação de Natal – na semana que antecedeu o Ano Novo – uma nova modalidade, a de Liquidação dos Eletrodomésticos e Eletroeletrônicos, começa a chamar a atenção do consumidor que pretende adquirir bens duráveis...
Para o presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio da Cidade do Salvador, Paulo Motta, trata-se de “uma oportunidade que o consumidor está tendo para adquirir um bem durável por um preço especial, com até 80 por cento de desconto e várias facilidades no pagamento”, diz o representante do Sindlojas que observa estar este consumidor “retraído, contido em gastar”.
Paulo Motta informa que essa Liquidação atemporal ocorre em virtude das vendas de fim de ano terem registrado queda de 9% no varejo, em comparação com o mesmo período de 2015. “Tem empresa que fez liquidação de apenas um dia, enquanto que algumas podem levar por até uma semana ou mais. O período de liquidação ficará a critério de cada empresa”, afirmou. A maioria delas, contudo, anunciam a queima de estoque até a próxima segunda-feira, dia 09. 
 A aposta dos empresários do setor no bota-fora de janeiro faz com que, além de reduzirem os preços, os lojistas também renovem as vitrines para garantir melhores resultados. Quem não aproveitar esta liquidação, só terá uma nova oportunidade como essa em Março, quando acontece a Liquida Salvador, já que Fevereiro é, tradicionalmente, segundo Paulo Motta, um mês fraco para o varejo, em função da passagem do Carnaval. Para a alegria dos adolescentes, a liquidação de agora também oferece celular, tablet e smartphone, para todos os gostos e bolsos.     
Ainda conforme Motta, o problema do varejo é que “é muito sensível. Para voltar a vender bem vai depender de como o consumidor vai reagir diante da situação econômica e institucional do país”, considerou.
Apesar desta Liquidação de Eletrodomésticos e Eletrônicos, o movimento nas lojas da cidade que oferecem estes tipos de produtos duráveis, conforme a Tribuna pode constatar ontem, durante a tarde, no centro de Salvador, continuava fraco com muito pouca gente investindo num novo equipamento para o lar.
“Pretendo comprar apenas uma torradeira elétrica, porque o dinheiro é pouco e, infelizmente, não dá pra levar mais coisas”, revelou a dona de casa Clarisse Carneiro, 32, ao entrar numa loja do ramo na Baixa dos Sapateiros. 
Fonte: Tribuna da Bahia
Postar um comentário

Recado