sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Alvará com erro 'autoriza' advogada a receber R$ 3 trilhões de indenização

  Documento foi cancelado e não ocorreu nenhum saque, segundo Justiça.
Advogada envolvida na ação diz que documento viralizou na internet.
Por conta de um erro de digitação de um servidor da Justiça baiana, a advogada Monique Lino dos Santos foi autorizada a receber, em nome da cliente que representa, a quantia de cerca de R$ 3,7 trilhões de indenização...


 O documento foi cancelado e não ocorreu nenhum saque, mas a defensora relata que a imagem do alvará viralizou na internet e ela acabou procurada nas redes sociais por supostamente ter se tornado "trilionária".

O valor exorbitante correspondia ao número de uma conta judicial, que foi trocado pelo número equivalente ao da quantia que foi determinada pela Justiça como indenização, em um processo contra uma operadora de telefonia. A quantia que deveria ter sido escrita no alvará era de R$ 1.061,53.

O alvará foi expedido no dia 7 de fevereiro. Segundo nota do Tribunal de Justiça, o erro de digitação ocorreu na 7ª Vara do Sistema dos Juizados Especiais do Consumidor, em Salvador.

A advogada da ação disse que já solicitou a expedição de um novo alvará com o valor correto. Ela acredita que o alvará foi divulgado com facilidade porque o processo é público e qualquer pessoa tem acesso. Com isso, alguém pode ter capturado a imagem da tela e divulgado em grupos de Whatsapp.

Monique Lino conta que foi procurada por diversos desconhecidos depois de que a notícia de que teria recebido "trilhões de reais" foi espalhada. "Eu tenho sido interpelada nas redes sociais. Minha petição desse processo já rodou o país inteiro. 

As pessoas me procuram e me mandam mensagens. Eu fiquei preocupada, inclusive, com a minha segurança, porque quem é da área sabe que não existem condenações nesse valor em juizado. É exorbitante. Porém, quem não é da área pode pensar que estou realmente trilionária, como já fui abordada diversas vezes", afirma.

Fonte:G1
Postar um comentário

Recado