domingo, 16 de julho de 2017

Empresário cria máquina que recolhe e recoloca moedas em circulação

Atualmente, 27% das moedas estão fora de circulação.
Máquina troca as moedas por notas ou por vales em lojas.

Foto de divulgação

Atualmente, 27% das mais de 18 milhões de moedas lançadas desde o Plano Real estão fora de circulação. Esse problema que dá dor de cabeça para muita gente, inspirou um empreendedor, que criou uma máquina que arrecada moedas e as coloca de volta em circulação...

Esse problema na hora do troco inspirou Victor Levy: “Eu morei muito tempo fora e quando voltei ao Brasil me chamou atenção que todo comércio brasileiro pedia pra facilitar o troco. Fui investigar isso e percebi que a falta de moeda no Brasil era generalizada e dava uma série de problemas para o ecossistema como um todo”.

Victor já trabalhava com tecnologia. Ele vendeu as empresas que tinha no exterior, voltou para o Brasil e criou a máquina. O consumidor coloca as moedas em um compartimento e escolhe se quer receber o valor em notas ou trocar por um vale para fazer compras na loja onde está a máquina, com 5% de desconto. No final da operação, sai um boleto com o valor das moedas entregues.

Uma padaria em São Paulo usa a máquina há dois anos. “As pessoas acabam se deslocando praquele estabelecimento em função do equipamento e acabam consumindo no lugar, isso gera novas vendas”, explica Victor.

A máquina é comercializada por revendedores. O preço médio é de R$ 19 mil. As revendas alugam para o comércio, por R$ 1 mil por mês, incluindo a manutenção. Hoje, há 400 máquinas espalhadas pelo país. Em dois anos, um milhão de moedas já foram arrecadadas e devolvidas à circulação. “Já captamos o equivalente a 20% da produção anual do Banco Central de moeda. Estamos economizando dinheiro para o Brasil em torno de R$ 200 milhões. Além disso, evitando que muito minério seja retirado da natureza sem necessidade”, relata o empresário.

Pegn

Postar um comentário

Recado