segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

A SECA DO NORDESTE E "O QUINZE" DE RACHEL DE QUEIROZ

Um século depois, o drama da seca retratado no livro ‘O Quinze’ se repete

Foto de  divulgação

Jornal Nacional refez o trajeto do personagem Chico Bento, do livro de Rachel de Queiroz, para mostrar a região que sofre com a seca no Ceará.

Assista a reportagem completa clicando no link  abaixo!

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2015/12/um-seculo-depois-o-drama-da-seca-retratado-no-livro-o-quinze-se-repete.html

 

Fonte: G1

10 Dicas para Vender mais no Varejo da Moda

        
Varejistas podem usar dicas para aumentarem a lucratividade
 
 
Varejistas podem usar dicas para aumentarem a lucratividade (Foto: Reprodução/Sebrae)
Foto de divulgação do SEBRAE
               O mundo da moda é muito dinâmico e o varejista que atua no segmento precisa estar sempre atento às novidades e tendências. Para ajudar os cerca de 800 mil pequenos negócios ligados ao varejo da moda no Brasil, o Sebrae elaborou dez dicas para os esses empresários que vendem roupas, calçados e acessórios. A nova temporada da série 10 dicas está disponível gratuitamente no canal do YouTube da instituição.
 
              Cada episódio traz, em cerca de dois minutos, informações-chave para os varejistas da moda conquistarem mercado e aumentarem a lucratividade. Os seis primeiros episódios tratam sobre as lojas fast fashion, termo que significa moda rápida em português e utilizado para designar a renovação constante das peças comercializadas no varejo de moda. Nos últimos anos, diversas lojas de departamento aderiram ao sistema fast fashion, inclusive no Brasil. Mas o conceito, que em geral implica um negócio bastante lucrativo e dinâmico, pois a troca de coleções é feita a cada 25 dias, não se aplica somente à grandes corporações. Micro e pequenas empresas têm investido nesse modelo como diferencial competitivo.
 
       As quatro dicas restantes podem ser aplicadas para qualquer loja de roupas e acessórios, independente do público ao qual se destina. De forma didática, o Sebrae ensina como planejar uma vitrine, oferecer um bom mix de produtos e identificar nichos de mercado. “Estabelecer e investir em um nicho é uma forma de agregar valor no varejo de moda. Mas, antes, o empresário deve conhecer a fundo o gosto, o comportamento e o estilo do seu público-alvo”, ressalta a coordenadora nacional de Varejo da Moda do Sebrae, Wilsa Sette.
 
 Conheça as dez dicas: 
  1 – Entenda o conceito de fast fashion
O varejo padrão quer consolidar sua marca como criadora de tendências para o mercado consumidor, em que

O BRASIL APROVA A VACINA CONTRA A DENGUE

Vacina contra a dengue é aprovada e deve ser vendida no primeiro semestre

Embora liberada para comercialização pela Anvisa, ainda falta definir o valor de cada dose
Foto: Venilton Kuchier
              Saiu nesta segunda-feira (28) a aprovação do registro da primeira vacina contra a dengue no Brasil: a Dengvaxia, da francesa Sanofi Pasteur. Embora liberada para comercialização pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ainda falta a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos definir o valor de cada dose, processo que dura em média três meses, mas não tem prazo máximo.

            Inicialmente, o medicamento será disponibilizado para a rede particular de laboratórios. Definido o preço, a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS vai avaliar se vale a pena incorporar o produto ao sistema público de imunizações. O governo vai avaliar custo, efetividade e impactos epidemiológico e orçamentário da incorporação da vacina ao Sistema Único de Saúde.

               A vacina é indicada para pessoas entre 9 e 45 anos e protege contra os quatro tipos do vírus da dengue. A promessa do fabricante é de proteção de 93% contra casos graves da doença, redução de 80% das internações e eficácia global de 66% contra todos os tipos do vírus. O medicamento deve começar a ser vendido no País no primeiro semestre de 2016 e a capacidade de produção do laboratório é de 100 milhões de doses por ano.

             O imunizante deve ser aplicado em três doses, com intervalos de seis meses. Porém, de acordo com a diretora médica da Sanofi, Sheila Homsani, a partir da primeira dose o produto protege quase 70% das pessoas. “A vacina tem eficácia a partir da primeira dose, protegendo em torno de 70% dos imunizados. A necessidade das outras doses vem porque a proteção vai caindo com o tempo, não se mantém sem as outras duas. A proteção só se mantém por muitos anos  quando se tomam as três doses”, explicou Sheila.

            No começo deste mês, o México foi o primeiro país a registrar a vacina contra a dengue da Sanofi, por enquanto, a única registrada no mundo. Em seguida o produto teve liberação nas Filipinas. O Brasil é o terceiro país a ter o registro do imunizante. O desenvolvimento clínico do produto envolveu mais de 20 estudos, e mais de 40 mil participantes, entre crianças, adolescentes e adultos, em 15 países.

Dados do Ministério da Saúde mostram que até a primeira semana de dezembro, 839 pessoas morreram em decorrência da dengue, um aumento de 80% em relação a 2014.
Fonte: IG


quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Jantar de Gala para Moradores de Rua

             Igreja evangélica promove jantar para Moradores de Rua
 No cardápio, o tradicional chester (treze aves),
 pernis, arroz à grega, farofa de banana da terra, prato de frios e
 frutas frescas, além de sobremesa (mousse de maracujá)




Fotos de divulgação
O evento aconteceu no dia 21 de dezembro de 2015,(segunda feira), Mediterrâneo Eventos,  um dos salões  de eventos mais elegante da cidade de Vitória da Conquista, na Bahia, Brasil.

A bela iniciativa foi da Igreja Batista   da Cidade,  sob a coordenação do seu Pastor, Sinvaldo Queiroz. 

No cardápio, o tradicional chester (treze aves), pernil, arroz à grega, farofa de banana da terra, prato de frios e frutas frescas, além de sobremesa (mousse de maracujá). Um saxofonista criava um ambiente agradável para a atividade alimentar.

Os convidados tiveram direito também a banho antes do evento e receberam presentes diversos (sobretudo roupas e calçados) e material de higiene pessoal.

O pastor da Igreja Batista da Cidade, Sinvaldo Queiroz, comentou que a instituição realiza durante o ano outras atividades de caridade, atendendo a 353 crianças com material escolar e calçados, e assiste a 400 pessoas por semana em hospitais públicos.

"Em 2014 fizemos algo parecido com este ano, só que com garotas de programa. Buscamos atender públicos que geralmente são invisíveis para a sociedade", disse Queiroz.



O pastor destacou que o local do evento "é elitizado", e ao ser perguntado se o valor das doações não daria para fazer um trabalho para mais pessoas com organização mais modesta, disse que estava "socializando a riqueza".

"No reino de Deus ninguém recebe tão pouco que não possa repartir", filosofou.
 


 
 




Recado