segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Como aproveitar o 13º Salário


O décimo terceiro salário é um direito garantido pelo art. 7º da Constituição Federal de 1988 e consiste no pagamento de um salário extra ao trabalhador que teve mais de 15 dias de exercício durante o respectivo ano civil...
Todo trabalhador com carteira assinada, bem como aposentados, pensionistas e trabalhadores avulsos têm direito ao dinheiro extra. 


Diante deste benefício, algumas pessoas ficam na dúvida sobre a melhor forma para investir e, muitas das vezes, acabam se enrolando na aplicação do dinheiro.



Prioridades do 13º salário


Entra ano, sai ano e a história sempre se repete. Muitas pessoas sabem que a forma mais correta de agir com o dinheiro extra é pagar as dívidas, investir uma quantia e só então pensar em gastar com as necessidades do momento. Mas nem sempre é assim que acontece e a inversão dessas prioridades pode trazer uma dorzinha de cabeça para qualquer pessoa.


Uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) constatou que o brasileiro não sabe lidar com o próprio dinheiro. 


Segundo o documento, 85% da população faz compras sem planejamento e 74% não possui qualquer investimento fixo, nem mesmo caderneta de poupança. Esses dados não mudam quando o assunto é renda extra. Outra pesquisa realizada pela Associação Comercial de São Paulo demonstrou que 18% das pessoas não sabem lidar com o dinheiro extra.


Dados como estes demonstram que o brasileiro precisa aprender a organizar as finanças e aplicar de forma correta.



Dicas para usar o 13º salário


1. Quita ou minimize as dívidas. Embora as tentações de consumo aumentem muito no final do ano, procure não utilizar o décimo terceiro para comprar mais dívidas. Tente quitar essas pendências ou ao menos amenizá-las pagando primeiro as que cobram os maiores juros.


2. Separe um dinheiro para prioridades. Lembre-se de que gastos importantes começam a partir de janeiro, como matrícula, uniforme e material escolar, IPVA, IPTU e licenciamento de veículos.


3. Invista. As pessoas que não possuem dívidas e contam com uma folga financeira, é recomendável pensar no futuro e investir pelo menos uma parte do décimo terceiro. Seja para futuramente trocar de carro, reformar a casa, aplicar nos estudos ou para qualquer outra ocasião de imprevisto.


4. Compre à vista. Natal e Ano Novo também são sinônimos de gastos extras. É aconselhável optar pelas compras à vista para conseguir maiores descontos e evitar o endividamento com compras parceladas. Independente da forma que aplicar o dinheiro extra do décimo terceiro salário, sempre vale a dica da maioria dos consultores financeiros: não gastar se não pode e investir sempre que puder.


Independente da forma que aplicar o dinheiro extra do décimo terceiro salário, sempre vale a dica da maioria dos consultores financeiros: não gastar se não pode e investir sempre que puder.
Fonte:UOL
Postar um comentário

Recado